segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Xiiu! Silêncio...

A música e o silêncio caminham juntos sempre. Por mais incrível que pareça o silêncio é algo presente em todos os momentos e é ainda mais presente na música. Olhando pelo lado técnico, observando partituras, o silêncio é essencial para o bom andamento de uma música. Não são espaços a ser preenchidos, mas, espaços propositais para que exista uma harmonia, um andamento.

Na música é um artífício muito utilizado pelos músicos. Apesar de não ser tocado por nenhum instrumento e não ter uma nota específica, sendo apenas um espaço sem preenchimento, é como se o silêncio fosse uma nota presente na partitura. Não está ali por acidente, ou apenas para intercalar uma nota da outra, está ali porque faz parte da música, foi algo pensado e trabalhado para estar em certos momentos da música.

Se abrangirmos para outros aspectos, o silêncio é algo presente na vida! Quem nunca ficou em silêncio alguns momentos, quem nunca observou o famoso gesto de respeito que antecede várias partidas de futebol ao qual as torcidas não costumam respeitar. É algo necessário e importante para a vida eu diria!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Prêmio Multishow

Segue a lista com as categorias, os indicados e os vencedores (em negrito) do Prêmio Multishow 2010, a 17° edição da premiação. O evento considerado um dos mais importantes da música brasileira e esperado por muitos, mostra a situação atual da música no Brasil e dita as tendências futuras; tenebrante eu diria!

MELHOR CANTOR

Di Ferrero (NX Zero)
Lucas Silveira (Fresno)
Dinho Ouro Preto (Capital Inicial)
Caetano Veloso
Samuel Rosa (Skank)

MELHOR CANTORA
Ana Carolina
Claudia Leitte
Ivete Sangalo
Maria Gadu
Pitty

MELHOR ÁLBUM
"Sete Chaves" - NXZero
"Hori" - Hori
"The Rise And Fall of Beeshop" - Lucas Silveira
"Maria Gadu" - Maria Gadu
"Chiaroscuro" - Pitty

MELHOR CLIPE
A Usurpadora - Banda Cine
Espero a Minha Vez - NXZero
Me Adora - Pitty
Noites de Um Verão Qualquer - Skank
Segredo - Hori

MELHOR DVD
Ao Vivo e Em Cores - Victor & Leo
Chiaroscope - Pitty
Do Outro Lado da Porta - Fresno
Luan Santana ao Vivo - Luan Santana
Multishow Registo: Ivete Sangalo - Pode Entrar - Ivete Sangalo

MELHOR GRUPO
Banda Cine
NXZero
Restart
Skank
Titãs

MELHOR INSTRUMENTISTA
Cadu (Strike)
Joe (Pitty)
Haroldo Ferretti (Skank)
Cesinha (Maria Gadu e Vanesa da Matta)
Rodrigo Tavares (Fresno)

MELHOR MÚSICA
Recomeçar - Restart
Espero a Minha Vez - NXZero
Meteoro - Luan Santana
Me Adora - Pitty
Shimbalaiê - Maria Gadu

MELHOR SHOW
Claudia Leitte
Ivete Sangalo
Luan Santana
NXZero
Victor & Leo

REVELAÇÃO
Hori
Lu Alone
Luan Santana
Maria Gadu
Restart

EXPERIMENTE
Cidadão Instigado
Copacabana Club
Moveis Coloniais de Acajú
Nina Becker
Stop Play Moon

ARTISTA SERTANEJO
César Menotti & Fabiano
Jorge & Mateus
Luan Santana
Maria Cecília e Rodolfo
Victor & Leo

Pitacos:

Melhor Cantor:
Samuel Rosa, dentre os concorrentes é o melhor, desbancando até o Caetano.


Melhor cantora: Ana Carolina é uma escolha aceitável! Afinal essa é a quarta vez que a cantora é eleita a melhor.


Melhor Álbum: "Maria Gadu" - Maria Gadu, dentre as opções realmente era o único que se salvava.

Melhor Clipe: Espero a minha vez - Nx Zero, tem uma direção legal, é bem trabalhado, exigiu uma produção bem interessante, porém Me Adora da Pitty é melhor!

Melhor DVD: Eu não escolheria nenhum dos selecionados

Melhor Grupo: Banda Cine, tá de brincadeira com a minha cara!!! Sem dúvidas Titãs é infinitamente melhor.

Melhor Instrumentista: Rodrigo Tavares (Fresno), dentre as opções eu escolheria o Cesinha.

Melhor Música: Poderia passar em branco e sem premiação!

Melhor Show: Ivete Sangalo, realmente o show da baiana é sensacional!!

Revelação: Luan Santana, de fato é a revelação do sertanejo universitário.

Experimente: Móveis Coloniais de Acajú, sem dúvidas é uma banda que todos devem procurar escutar, os caras mandam muito bem e fazem um som original. Copacabana Club também é bem interessante.

Artista Sertanejo: Victor e Léo, é a dupla do momento ao lado do Luan Santana.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Bastidores!

Técnicos de som, iluniminação, coreógrafos, correria para montagem de equipamentos, montagem de palco, movimentação intensa de pessoas, passagem de som, tudo isso faz parte do dia-a-dia dos músicos.

Músicos e seus dilemas! Assistir a apresentação de uma banda é algo que pode ser legal, inesquecível, único, divertido, ou não, tudo pode ir pelos ares se uma das pessoas envolvidas no processo de bastidores falhar ou realizar um "serviço de porco", como muitos diriam. Um trabalho que envolve vários profissionais, em sua maioria qualificados, para aí então ter início a apresentação.


Um simples show exige toda uma preparação e uma equipe trabalhando, para que tudo saia conforme o ensaiado pela banda. Para uma apresentação de 1h30min, muitas vezes e com certeza, a preparação e logo após, a parte de finalização nos bastidores é bem maior que o tempo do show própriamente dito.

Para quem apenas assiste ao show pode parecer que os músicos só precisam subir no palco, tocar algumas músicas e pronto, trabalho realizado, porém, quando se vivencia os bastidores é perceptível o trabalho que dá para que corra tudo como o esperado durante uma apresentação. Não é só subir no palco e tocar, como muitos falam.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Uma partida de futebol!

Ir ao estádio assistir a um jogo de futebol é sem dúvidas um momento inesquecível tanto para quem vai pela primeira vez, como para aquele torcedor que está em todos os jogos apoiando seu time. A movimentação ao redor dos estádios, o grande número de pessoas circulando e todos indo ao mesmo lugar, os cantos das torcidas, a tensão que sucede os momentos iniciais e finais da partida, o momento do hino nacional e em alguns estados o hino estadual, o apito do juiz, todos são elementos marcantes e fascinantes que só uma partida de futebol pode proporcionar, mas nada se compara ao momento em que o estádio treme com o gol, que logo após é embalado por canções e canções de apoio ao time.

Ao entrar num estádio as atenções se dividem entre as músicas das torcidas, coreografias, bandeiras, o jogo, a atuação do juiz, lances de ataque e defesa, dentre outras coisas, mas enfim, o verdadeiro sentido desse post é falar das canções que embalam os times de futebol durante os jogos. Milhares de pessoas cantando a mesma música, formando um imenso coro e buscando incentivar ou intimidar os jogadores dentro de campo.
Assistir a um jogo de futebol sem o som da torcida, sem as músicas que elas cantam é algo que deixaria com toda a certeza o espetáculo um tanto quanto chato.

As torcidas fazem parte do grande show que é um jogo de futebol e eu diria até que são essênciais para o charme desse esporte. Assistindo o primeiro jogo da semi-final da Taça Libertadores da América, entre Internacional e São Paulo, fiquei arrepiado só de escutar pela TV a torcida do Internacional cantando, buscando incentivar o time... Assim como no final do ano passado a torcida do Flamengo com mais de 80mil torcedores fizeram ecoar pelos arredores do Maracanã as canções de incentivo ao time.

Além das torcidas, muitos músicos tem o futebol como fonte de inspiração para várias canções, tomem como exemplo artistas como: Jorge Ben Jor, Marcelo D2, O Rappa, Skank, Wilson Simonal, dentre outros.

O futebol sem música não teria a mesma graça, o mesmo charme,e não seria um espetáculo tão grandioso como é quando tem a presença desta.


Deixo claro que não sou torcedor do Inter, muito menos do Flamengo.





quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Nomeando uma banda!!!

Dar nome a uma banda não é das tarefas mais fáceis. Por incrível que pareça nomear uma banda é uma das coisas mais difíceis de se fazer. O nome tem que ser orginal, ter personalidade, ser praticamente uma extenção do som da banda, da performance de palco dos músicos e ter uma sonoridade muito boa (isso é o mais importante), dentre outras coisas. Você já parou para reparar nos nomes das bandas que estão por aí? É comum encontrar nomes bem estranhos pelo mundo a fora e normalmente por trás desses nomes tem toda uma história.


Você já reparou como tem banda que usa cores em seus nomes? Alguns exemplos: Barão VERMELHO, GREEN Day, The WHITE Stripes, BLACK Sabbath, RED Hot Chili Peppers, PINK Floyd, Deep PURPLE, YELLOWcard, dentre outras...

Você já parou para refletir sobre os nomes das bandas? Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Pearl Jam, Pink Floyd, Rage Against The Machine, Gun´s 'N' Roses, AC/DC, Pão de Hamburguer, Aborto Elétrico, Capital Inicial, Jota Quest, Sepultura, Kiss... O que querem dizer esses nomes? Alguns nomes fazem sentido se analisarmos o contexto histórico e cultural, outros são apenas nomes que deram certo.

sábado, 31 de julho de 2010

Aulas de história através da música!!

A música além de ser uma forma de entreterimento sempre foi muito usada como forma de expressar ideias e ideais. É bastante comum escutar músicas de protestos que buscam divulgar ideais políticos e alertar a sociedade contra a politicagem e ou politicalha. Música, assim como qualquer outra arte, é uma maneira que artistas encontram para expressar sentimentos de revolta, momentos marcantes da sociedade e difundir ideias.

No rock nacional é normal encontrarmos músicas que vão contra os políticos de Brasília. Composições como "Zé Ninguém" do Biquini Cavadão; "Vossa Excelência" dos Titãs e as lendárias composições do Cazuza como "O Tempo Não Para" e "Brasil", são algumas que mostram a revolta e a difusão de ideias políticos.

Certas composições são um reflexo daquilo que acontece no dia-a-dia da sociedade. Na década de 60, Chico Buarque e Gilberto Gil mostraram que não estavam contente com o Regime Militar e compuseram "Cálice", claro que o protesto estava nas entrelinhas devido ao fato de haver censura militar.

Na década de 70 John Lennon escreveu "Imagine", uma música que refletia todo o sentimento daquela época, um mundo sem fronteiras e todo aquele ideal hippie.

Já na década de 90 Renato Russo e a Legião Urbana mostravam toda a revolta contra o sistema capitalista e político, além de mostrar realidades vividas pelo povo brasileiro. Músicas como "Geração Coca-cola" e "Faroeste Caboclo" marcaram época.

A lista de músicas e artistas poderia ser muito mais extensa e o post ficaria gigante, mas a intenção é mostrar o quanto podemos entender o momento da sociedade apenas escutando música.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Procura-se uma banda!

Um filme que tem tudo a ver com este blog. Um curta produzido por alunos de jornalismo da PUCPR, tem como temática a dificuldade encontrada por músicas para montar uma banda em Curitiba. "Procura-se uma banda", é uma produção independente, tem um roteiro bastante original e uma temática bastante realista para os músicos. Dirigido por Angela Antunes com o roteiro de Ily Luna.



Procura-se uma Banda

Vale a pena assistir!! Produção independente paranaense.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Luiz Gonzaga - Perfil

Luiz do Januário, Lula, Lua, Luiz Gonzaga, Rei do Baião, todos eles num só ser, Luiz Gonzaga do Nascimento. Nordestino com orgulho, descendente de portugueses que vieram para o Brasil em 1709, nascido em 13 de dezembro de 1912, Gonzagão mostra logo aos 8 anos de idade a que veio ao mundo. Existem pessoas que nascem além do seu tempo, e sem dúvidas, Luiz Gonzaga é uma delas, um verdadeiro gênio da música popular brasileira.

Com canções que mostram a realidade vivida e a dificuldade passada por seus conterâneos e familiares em Exu-PE, Luiz Gonzaga torna-se junto com Lampião, Maria Bonita, Padre Cícero, uma das personalidades mais importantes do nordeste brasileiro.

Um dos maiores representantes do nordeste, foi através de seus 69 anos de carreira musical que Gonzaga mostrou ao Brasil e ao mundo a cultura nordestina, trajando a típica roupa de nordestino, semelhante à usada por Lampião e com o clássico chapéu de couro, foi que Gonzagão fez história na música nacional e internacional, tornando-se o Rei do Baião e fazendo com que as atenções se voltassem para uma parte do país até então esquecida por muitos, o nordeste.

Influenciando gerações de músicos, Gonzaga é reconhecido até os dias de hoje, 21 anos após sua morte, pela simplicidade com que tocava e compunha suas canções. Sempre muito simples Gonzagão fez parcerias importantes na música, o que ajudou a difundir sua grandiosidade pelo mundo a fora. Parceria com Humberto Teixeira, Zé Dantas, Dominguinhos, dentre outros grandes nomes da música brasileira.


Com composições simplesmente fantásticas como "Asa Branca", em parceiria com Humberto Teixeira, Luiz Gonzaga consegue conquistar o povo brasileiro e entra para o seleto grupo de artistas de renome no país.



Asa Branca - Luiz Gonzaga
Composição: Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira

Quando oiei a terra ardendo
Qual a fogueira de São João
Eu preguntei a Deus do céu,ai
Por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornaia
Nem um pé de prantação
Por farta d'água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão

Inté mesmo a asa branca
Bateu asas do sertão
"Intonce" eu disse adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Hoje longe muitas légua
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Pra mim vortar pro meu sertão

Quando o verde dos teus óio
Se espanhar na prantação
Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu vortarei, viu
Meu coração

Com uma carreira muito longa e duradora, Gonzagão mostra todo o seu potencial ao manter-se entre os maiores nomes da música popular brasileira até os dias de hoje. Com uma discografia muito rica em relatos da cultura nordestina, Gonzaga conseque demonstrar o seu amor pela região onde viveu boa parte da sua vida, uma região muito castigada pela seca e pela negligência do poder público.

O forró universitário, que hoje é febre no país deve muito ao talento desse que foi um dos primeiros forrozeiros, aquele que ajudou a difundir pelo mundo a grandiosidade desse estilo musical.

Sem dúvidas a morte de Gonzagão em 02 de agosto de 1989, foi uma perda para a música popular brasileira, porém, Lua, cumpriu o seu papel na Terra, conseguindo chamar a atenção para uma região muito rica culturalmente e que estava esquecida, ou nem era reconhecida pelo Brasil.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

TaN TaN TaN TAANNN!!!!

Um bom filme começa sempre pela escolha de uma boa trilha sonora, aquela que completa a cena, os movimentos dos atores e fica marcada como a música do filme, capaz de despertar lembranças do filme no telespectador quando este a escuta.
Algumas trilhas sonoras são marcantes e por mais que se passem os anos, elas sempre nos remete ao filme.

Psicose - Alfred Hitchcock

A música de Bernard Hermann, tornou-se sinônimo de suspense após a exibição do filme. Quando o assunto é suspense o filme e a trilha sonora são referências mundiais.


Star Wars - George Lucas

Virou febre e até hoje é uma das trilhas mais procuradas. Jonh Willians criou algo tão bom quanto o filme, algo que encaixou perfeitamente com as características do filme. Algo futurista ao extremo.


O Poderoso Chefão
- Francis Ford Coppola

Ao escutá-la pode ter certeza que a mafia está atrás de você. Um filme que ganhou tantos prêmios no Globo de Ouro em 1973, não poderia ficar sem o título de melhor trilha sonora.


2001 - Uma Odisséia No Espaço - Stanley Kubrick

Kubrick para variar é genial! Uma música que com certeza entrou pra história, assim como o filme. Strauss creio que não esperava tanto sucesso.


Tubarão
- Steven Spielberg

Quem que nunca entrou no mar e ao lembra dessa música saiu o mais rápido possível da água?


Titanic - James Cameron

Pode falar, você já chorou ao ouvir a música tema!!


Poderia ficar aqui remoendo e remoendo e a lista seria enorme, mas a intenção desse post é fazer com que você leitor passe a ver o filme com outros olhos, ou melhor, "assistir" ao filme com os ouvidos. É um exercício surpreendente e você perceberá o quanto a trilha sonora é parte importante e participante do cinema.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Analisando Los Hermanos!!

Los Hermanos é uma banda que trouxe muitas influências boas ao rock nacional; um som que mistura samba, rock, mpb, ska e bossa nova e que conseguiu apresentar um diferencial com relação as outras inúmeras bandas de rock brasileiro.

A banda originalmente formada por Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba, Bruno Medina e Patrick Laplan, em seus quatro CDs lançados, apresentou um som com cara de Brasil, com jeito brasileiro e com a vibração que as músicas "pedem".

Los Hermanos, o primeiro CD, lançado em 1999, foi responsável pelo trabalho mais bem sucedido da banda. Nesse álbum estão os hits mais conhecidos pelo grande público, "Anna Júlia" e "Primavera". Apesar de ter levado a banda ao estrelato, vendendo mais de 350mil cópias, é um álbum que não tem nada a ver com o Los Hermanos da primeira década dos anos 2000.


A virada do milênio fez bem a banda carioca, que em 2001 lançou o álbum "O Bloco do Eu Sozinho", um CD bastante diferente do primeiro. Apesar de ná época em que foi lançado ter sido considerado o melhor álbum de música brasileira por muitos críticos, o "Bloco" vendeu apenas 35mil cópias, ficando bem abaixo do primeiro CD da banda. Músicas como: "Todo Carnaval Tem Seu Fim", Retrato Pra Iáiá", "Sentimental", são consideradas clássicos da banda. Nesse álbum a banda mostra a capacidade de "dar" a música o que ela "pede". Os arranjos deste álbum e dos demais que vieram pela frente formam uma composição única, algo que dá prazer em escutar.


Em 2003 a banda lança o terceiro álbum gravado em estúdio, Ventura, que para a maioria dos fãs é o melhor CD da banda. O Ventura rendeu ao Los Hermanos uma posição entre os 100 álbuns mais influentes da música brasileira, lista esta elaborada pela versão brasileira da Revista Rolling Stones. Nesse CD estão músicas como "Samba a Dois", "O Vencedor", "Cara Estranho", "Último Romance", dentre outras músicas boas. Esse álbum desperta o prazer em ouvir música.


E em 2005 sai aquele que seria o último álbum até então. Intitulado "4", o álbum traz músicas como: "O Vento", "Paquetá", "Morena", "Condicional", e alcança a marca de 50mil cópias vendidas, ganhando assim o disco de ouro. É um álbum tão bom quanto O Bloco do Eu Sozinho e o Ventura.


Los Hermanos apresenta em sua história quatro álbuns, porém apenas três mostram o som e a proposta de inovação que a banda apresentou. Não muito conhecida, ou conhecida apenas pelo hit "Anna Júlia", a banda é uma das mais influentes do rock nacional. Uma música com a cara e o jeito brasileiro.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Os 5 CDs que mudaram a minha vida!

Bom, posto aqui e compartilho com vocês os 5 CDs que mudaram o meu modo de pensar e ouvir música! A lista poderia ser bem maior, pois existe muitos álbuns que poderiam com certeza entrar nela, porém esses 5 são os que considero mais importantes.

1. Ten - Pearl Jam

O Ten é minha paixão.. considero o melhor álbum lançado pelo Pearl Jam e um dos melhores álbuns do rock dos anos 90. Músicas como "Even Flow", "Alive", "Jeremy", "Black", "Oceans" "Once", e todas as outras desse disco são dignas do primeiro lugar. Apesar de todos os álbuns do Pearl Jam serem bons, o Ten é único!


2. Blizzard of Ozz - Ozzy Osbourne

Ozzy Osbourne é um cara fora de sério! Desde os tempos de Black Sabbath ele já era destaque, porém a carreira solo foi a que fez ele entrar pra história do rock como o tiozinho mais maluco do rock. O Blizzard of Ozz é um marco do rock'n'roll entre década de 70 e 80. Músicas como "Mr. Crowley", "Crazy Train", "Goodbye to Romance", "I Don't Know", "Dee", são consideradas clássicos absolutos do rock!


3. Black Album - Metallica

O melhor álbum da banda na minha opinião, apesar de não estar nele a melhor música da banda "Master Of Puppets". "The Unforgiven", "Enter Sandman", "Sad But True", "Nothing Else Matters" são algumas das músicas desse álbum que considero bem interessante e bom.


4. Ventura - Los Hermanos

Los Hermanos é uma banda nacional que foge das tendências do rock brasileiro, apresentando um diferencial. Um som diferente, que mistura ska, rock, mpb e samba. Ventura é o melhor álbum deles sem sombra de dúvidas, apesar de ter outros dois bons álbuns. Com músicas como : "O Vencedor", "Último Romance", "Samba a Dois", "Cara Estranho", "Além do que se Vê", a banda simplesmente conseguiu despertar o prazer em ouvir música.


5. Transpiração Contínua Prolongada - Charlie Brown Jr.

Charlie Brown Jr. é uma banda sempre presente. Desde que foi lançado o Transpiração Contínua Prolongada, é um som sempre presente seja no carro, em casa, no mp3, em qualquer lugar. Esse álbum específico é o que mostra um CBJR de verdade, apesar de gostar de outros álbuns da banda. "Aquela Paz", "Quinta-feira", "O Coro Vai Comer", "Sheik", "Corra Vagabundo" são algumas das melhores músicas da banda.





sábado, 17 de julho de 2010

Músicas marcantes...

Existem MÚSICAS e músicas. Algumas inegavelmente marcam épocas, gerações e entram pra história, outras passam e acabam esquecidas em álbuns/discos empoeirados numa estante. Por mais "velhas" que sejam certas músicas continuam a ser tocadas nas rádios, a ser "baixadas" na internet, sujeitas a novas versões como forma de homenagem, enfim continuam a ser escutadas, mesmo com essa enxurrada de materiais novos que surgem a cada dia.

Stairway to Heaven - Led Zeppelin

Like a Rolling Stones - Bob Dylan

Sgt. Pepper Lonely Hearts Club Band - Beatles

Let It Be - Beatles

Imagine - Jonh Lennon

We Are de World - Michael Jackson

Thriller - Michal Jackson

Garota de Ipanema - Tom Jobim

Like a Virgin - Madona

Essas e tantas outras músicas, são reconhecidas em qualquer lugar do mundo e cantaroladas, assoviadas, por qualquer pessoa que goste de música. Músicas como essas marcam épocas e ficam marcadas na história de vida de milhões de pessoas.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Pé frio!


Grandes músicos, porém, quando o assunto é sorte essa turma acaba levando azar!

Segue a lista com 5 grandes músicos Pés Frios:


1. Mike Jagger - Após assistir alguns jogos da Copa do Mundo de Futebol 2010, o vocalista dos Rolling Stones foi eleito o músico mais pé frio de 2010. Todas as seleções para a qual ele torceu e esteve presente no estádio, foram eliminadas. EUA, Inglaterra e Brasil foram as "sortudas".


2. Gilberto Gil - Brasileiro apaixonado por futebol, antes das Copas do Mundo de 1990, 1998 e 2006, fez canções para embalar a Seleção Brasileira durante os mundiais. Resultado: Três eleliminações. O próprio Gil assume ser pé frio.


3. Bret Michaels - O vocalista da banda Poison é realmente muuito azarado. Durante uma premiação foi atingido por uma parte do teto do palco no qual estava, detalhe, o palco caiu. Anos depois teve hemorragia cerebral o que o afastou da final de um reality show.


4. Paul Di' Anno - Após a saída de Paul foi que a banda inglesa Iron Maiden começou a faturar dinheiro mundo a fora. Quaanto azar!


5. Tracci Guns - Ex-guitarrista e fundador do Guns N' Roses, o músico abandonou a banda meses antes desta estourar e virar febre entre os roqueiros na década de 80.


Fonte: Virgula.com.br

terça-feira, 6 de julho de 2010

Games e bandas de rock!



As bandas de rock já faziam participações em jogos de video-games antes da existência do Guitar Hero. Guitar Hero não foi tão inovador por um lado, por outro, trouxe a possibilidade de interação entre game e indivíduo de maneira mais real.

Alguns games que contaram com participações de bandas de rock:
  • David Bowie em "Labyrinth" (1986, MSX, Apple II e Comodore 64)
  • O Motorhead protagonizou o jogo "Motorhead " (1992, Atari ST e Amiga)
  • O Motley Crue protagonizou "Crüe Ball: Heavy Metal Pinball" (1992, Mega Drive)
  • O Aerosmith em "Revolution X" (1994, PS1 e outros consoles)
  • Eddie, mascote do Iron Maiden, protagonizou o jogo "Ed Hunter" (1999, PC)
  • O Kiss foi protagonista do jogo "Kiss Pinball" (2001, PC e PS1)
  • O Journey protagonizou o jogo "Journey Escape" (1982, Atari)
Fonte: whiplash.net

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Os 10 roqueiros que deveriam estar vivos!

Inspirado por uma campanha publicitária britânica, o blog do Estadão elaborou uma lista com os 10 roqueiros que deveriam estar vivos.
Eu acrescentaria a essa lista os nomes de Ronnie James Dio (HEAVEN AND HELL) e Bon Scott (AC/DC)

Segue a lista:

1. John Lennon (BEATLES)
2. Jimi Hendrix (THE JIMI HENDRIX EXPERIENCE)
3. Kurt Cobain (NIRVANA)
4. Jim Morrison (THE DOORS)
5. Brian Jones (THE ROLLING STONES)
6. Elvis Presley
7. George Harrison (BEATLES)
8. Freddie Mercury (QUEEN)
9. John Bonham (LED ZEPPELIN)
10. Cliff Burton (METALLICA)

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Fitas cassetes estão de volta?


Com a qualidade indiscutivelmente inferior as "novas" e modernas mídias, muito inferior até mesmo ao CD, com um chiado sempre presente e tempo de gravação de no máximo 60 minutos, as fitas K7s estão voltando ao mercado. Claro que não com a mesma proporção dos LP's, as fitas voltaram a ser lançadas por alguns selos (gravadoras) independentes.

No exterior várias gravadores voltaram a adotar as fitas como forma de gravação e distribuição de material, aqui no Brasil a volta das K7s ao mercado ainda é lenta, poucas gravadoras estão aderindo de volta esse modelo de gravação.

Um dos poucos selos a utilizar o formato K7 no Brasil - Pug Records, que foi criado recentemente com a intenção de trabalhar apenas com formatos em mp3 e K7, promoveu seu primeiro lançamento, Eu eu mesmo e os vários beijos cafeinados, da banda Coloração Desbotada.

As fitas K7s tiveram seu auge na década de 80, quando o CD ainda estava em processo de criação e adaptação aos sistemas de gravações e os vinis eram caros. Porém, o modelo K7 foi criado em 1963, pela Philips. O sucesso das fitas deve-se a criação do walkman; para aqueles que não sabem o que é, walkman é aparelho portátil, no qual você conseguia escutar música colocando uma fita K7 dentro, nos dias de hoje seria parecido com o mp3, a diferença seria a questão da fita.

Fonte: Divirta-se.uai.com.br

terça-feira, 29 de junho de 2010

Talento não se discute!!

Uma versão da música Garota de Ipanema feita somente com vozes. Sensacional!

Garota de Ipanema - Tom Jobim
video

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Que música é essa?


Você já se perguntou um dia, ao assistir um filme, série, documentário ou qualquer programa de TV, que música é essa que está tocando?

Pois bem, trilha sonora é parte essencial de filmes, séries, etc.. Através dela o diretor pode dar toda a dramaticidade que a cena pede. Por exemplo, Psicose, dirigido por Alfred Hitchcock, a música que toca na cena em que a atriz principal está tomando banho e é atacada pelo assassino trás toda uma ambientação e remete a sensações/sentimentos de angústia, medo, dentre outros, além de trazer toda a tensão que a cena "pede". Agora, imagine essa mesma cena sem a trilha sonora; um tanto quanto sem graça não?

Outro exemplo: Programas esportivos costumam usar trilhas sonoras agitadas, é comum aparecer músicas do Joe Satriani, por exemplo, como fundo para reportagens ou no final dos programas. Agora, novamente, imagine um jogo de futebol com uma trilha bem lenta... Combina? Não, a não ser que o esporte seja algo como pesca, e mesmo assim na hora em que o pescador apenas espera o peixe morder a isca...rs No momento em que o peixe morde a isca e o pescador e o peixe "brigam", "lutam", a música tende a ser mais agitada.

As trilhas sonoras tem que estar de acordo com aquilo que a imagem mostra. Não é escolhida ao acaso, mas sim devido ao fato de combinar, estar em sintonia com as imagens. Algumas trilhas são criadas apenas para cenas específicas, justamente para não ser apenas um barulho, mas sim parte integrante da cena, reportagens, etc... Porém a maioria das músicas usadas como trilha são conhecidas.

Segue abaixo alguns filmes e suas respectivas trilhas sonoras!

TROPA DE ELITE - José Padilha


1. Rap das Armas - Mc Júnior & Mc Leonardo com a Bateria da Rocinha
2. Tropa de Elite - Tihuana
3. Rap da Felicidade - Mc Cidinho & Mc Doca
4. Passa Que é Teu - Pedro Bromfman
5. Brilhar a Minha Estrela - Sangue da Cidade
6. Kátia Flávia, A Godiva do Irajá - Fausto Fawcett & Os Robôs Efêmeros
7. Teatro de bonecos - Pedro Guedes e Guilherme Flarys
8. Policia - Titãs
9. Invasão do Bope - Pedro Bromfman
10. Lado B Lado A - O Rappa
11. Andando pela África - Barbatuques
12. Nossa Bandeira - Mc Júnior & Mc Leonardo com a Bateria da Rocinha
13. Rap das Armas - Mc Júnior & Mc Leonardo

Alice no País das Maravilhas - Tim Burton

1. Alice – Avril Lavigne
2. The Poison – The All-American Rejects
3. The Technicolor Phase – Owl City
4. Her Name Is Alice – Shinedown
5. Painting Flowers -All Time Low
6. Where’s My Angel – Metro Station
7. Strange – Tokio Hotel e Kerli
8. Follow Me Down – 3OH!3 e Neon Hitch
9. Very Good Advice – Robert Smith
10. In Transit – Mark Hoppus e Pete Wentz
11. Welcome to Mystery – Plain White T’s
12. Tea Party – Kerli
13. The Lobster Quadrille – Franz Ferdinand
14. Always Running Out of Time – Motion City Soundtrack
15. Fell Down a Hole – Wolfmother
16. White Rabbit – Grace Potter and the Nocturnals

Notem que um filme, série ou qualquer outro programa, não possui apenas uma trilha sonora e sim diversas, dos mais váriados estilos.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Guitar Hero que nada...

Genial!!!! Nos moldes do Guitar Hero, Football Hero é a junção de futebol, video game e música...

Football Hero

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Melhores bateras da história!


A revista norte americana Classic Rock, disponibilizou no site, a lista com os 10 bateristas que eles consideram mais importantes na história da música e do rock, e os que mais influenciaram outros bateristas mundo a fora.
Na lista aparecem grandes nomes do Jazz, como Buddy Ricj, Gene Krupa, Steve Gadd e Elvin Jones.
A lista foi muito bem montada, porém nomes como Ian Paice (Deep Purple), Neil Peart (Rush), Nicko Mcbrain (Iron Maiden) e Art Blakey, nomes certos em qualquer lista de bateristas, não poderiam ter ficado de fora...

Segue a lista:


1. Buddy Rich

2. John Bonham - Led Zeppelin

3. Gene Krupa

4. Ringo Starr - The Beatles

5. Steve Gadd

6. Stewart Copeland - The Police

7. Tony Williams

8. Keith Moon - The Who

9. Elvin Jones

10. Billy Cobham - Bitches Brew - (1969) - Miles Davis

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Vendas de CDs despencam!


A internet vem sendo a grande vilã das bandas quando o assunto é venda de CDs. A facilidade de encontrar e fazer download de álbuns na rede, faz com que as bandas vendam cada vez menos CDs, além disso, os CDs atualmente estão caros.

Fazendo um rápido comparativo, o relançamento de Exile on Main Street, disco de 1972 dos Rolling Stones, vendeu 76mil cópias, de acordo com a Nielsen Soundscan, chegando ao segundo lugar do top 10 de vendas nos Estados Unidos. No início da década de 2000, uma banda com menos de 100mil cópias vendidas não entrava no top 10. Provavelmente, e guardadas as devidas proporções, o álbum dos Stones, se fosse lançado no ínicio da década e mantivesse o mesmo número de cópias vendias atualmente, apareceria entre a 15° e 20° posição.

Além disso, os números estão muito abaixo dos recordes de vendas. O grupo N'Sync, em março de 2000, estabeleceu o recorde de vendas semanais no Estados Unidos, chegando a 2,4 milhões de cópias do álbum No Strings Attached. Na época Britney Spears e o rapper Eminem chegavam a vender mais de 1 milhão de cópias logo após lançar álbuns.

Fonte: The New York Times

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Futebol, fonte de inspiração!

O futebol é fonte de inspiração para qualquer arte, é uma paixão sem medidas. No meio musical, é normal composições que falem sobre o esporte, ainda mais se a musica for nacional (brasileira).
É comum encontrar músicas que falem de determinados jogadores que fizeram história em clubes, ou mesmo no futebol mundial.
E em época de Copa do Mundo, posto aqui algumas músicas nacionais que falam de futebol, essa paixão nacional!

Segue:

Partida de Futebol - Skank


Sou Ronaldo - Marcelo D2


Camisa 10 da Gávea - Jorge Ben Jor



Fio Maravilha - Jorge Ben Jor



Ponta de Lança Africano/ Umbabarauma - Jorge Ben Jor



E por aí existem muitas outras...

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Ex- woodstock BR!

O que era pra ser Woodstock BR, virou Starts With You (SWU), Começa Com Você, em português. O evento vai ocorrer na mesma data e local que era esperado o WBR. A organização já confirmou a presença de algumas bandas. O festival vai contar com mais de 60 shows com bandas nacionais e internacionais.

Itu, interior de SP, cerca de 100km da capital, foi a cidade escolhida para sediar a primeira edição do festival, que acontecerá na Fazenda Maeda, nos dias 9,10 e 11 de outubro de 2010. Uma mega área será preparada para receber milhares de pessoas. Serão 8.000 mil vagas de camping e 30.000 de estacionamento.

Dentre as bandas que confirmaram presença no festival, estão Linkin Park, Incusbus e Pixies. Não sei se a organização vai manter a promeça que foi feita quando o evento ainda levava o nome de Woodstock BR, e trazer bandas como Pearl Jam, Foo Figthers, Bob Dylan, Smashing Pumpkins, dentre outras.

O Fato é que vai ser um mega festival, e tem tudo para ter mais edições em outras regiões do país.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Rockstars e as bandas com a qual sonhavam

Você já se imaginou fazendo parte de alguma banda? É comum um fã sonhar em estar ao lado do seu ídolo, ou até mesmo no lugar do seu ídolo, liderando ou tocando numa grande banda. Mas aqueles que elegemos como ídolos também são fãs. Alguns deles gostariam de fazer parte de outras bandas.

Robert Plant, vocalista do Led Zeppelin, chegou a pedir para fazer parte do The Who, isso antes de entrar para o Led. Plant, chegou a se oferecer para assumir o microfone da banda britânica, no entanto, não foi aceito pelos integrantes. Imagina se aceitacem... Será que teríamos Led Zeppelin?

Peter Frampton, outro rock star, que antes de atingir o estrelato, chegou a fazer audições para entrar para o Rolling Stones, porém, a banda frustrou todos os candidatos, ficando com Mr. Ron Wood.

Elton Jonh, outro nome consagrado da música internacional que tentou entrar para algumas bandas antes de seguir carreira e se tornar quem é hoje. Jonh queria a vaga deixada por Steve Winwood, do Spencer Davis Group, porém não agradou. Após essa reprovação, Jonh viu oportunidade de ocupar uma vaga de vocalista do King Crimson. Novamente foi reprovado. Repito o mesmo comentário que fiz para o caso do Robert Plant; imagina se Elton Jonh é aceito numa dessas bandas..

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Monotonia X Fenômenos da internet

O cenário do rock nacional anda mudando muito em um curto espaço de tempo, ao mesmo tempo que temos bandas "consagradas" como Titãs, Paralamas, Ultraje a Rigor, dentre outras, temos bandas novas que estão em destaque, devido ao fato de terem estourado na internet, sem contar o meio underground que é bastante movimentado.
As bandas consagradas no rock nacional não mudam muito, são sempre as mesma desde os anos 80, e praticamente com os mesmos sucessos. Na tentativa de inovar e sair dessa monotonia que tomou conta dessas bandas, algumas como Titãs e Paralamas, por exemplo, lançaram um projeto que leva ao palco ao mesmo tempo as duas bandas tocando juntas. Porém outras que eram consagradas acabaram "dando um tempo", assim espero, que é o caso do Ira! e do Barão Vermelho. Os Paralamas ainda participaram do Estúdio Coca-Cola, projeto que busca misturar estilos musicais diferentes para ver no que dá.
Já, por outro lado, aproveitando as ferramentas técnológicas, surgem a cada dia fenômenos da internet que ganham espaço nesse cenário nacional. Bandas como Cine, Restart, NxZero, Fresno, surgiram a partir da internet; uma vez que sites como myspace, youtube, são canais no qual a banda divulga o trabalho e é possivel atigir um grande número de pessoas com apenas um vídeo, e uma boa divulgação, por exemplo. O ponto negativo dessas bandas é que geralmente são sucesso durante um, dois anos e depois acabam ficando esquecidas, e acabam sendo substituidas por outras que seguem o mesmo caminho.

domingo, 13 de junho de 2010

E se o seu time fosse uma banda...

Se o seu time fosse uma banda, qual banda ele seria? Partindo dessa ideia a revista placar elaborou uma lista com alguns dos principais times do país.

Remo = Calypso

Orgulho do Pará, e só do Pará.


Internacional = Led Zeppelin
Reinou nos anos 70 e morreu nos 80. Seus líderes conseguiram juntar os cacos e voltar nos anos 2000, com uma fracassada turnê mundial.


Grêmio = Sepultura
Um de nossos sucessos internacionais. Mas na terra do molejo e do samba faceiro – exceção feita ao seu público fiel – muitos acham que eles pegam pesado demais.


Corinthians = Michael Jackson
Um dos mais populares da história, envolveu-se em escândalos e até mudou de cor. Inicia turnê prometendo dar show, mas morre antes do
grand finale. (grifo meu)

São Paulo = Queen
Já foi eleita a melhor do mundo uma quantidade de vezes. E um dos seus integrantes tem tendências homossexual.


Palmeiras = Aerosmith
A banda tem enorme tempo de estrada. Mas suas músicas só atingem o estrelato quando faz alguma parceria.


Santos = Beatles
Nos anos 60, não tinha pra ninguém. Só que até hoje é lembrado no mundo inteiro pelos sucessos de 40 anos atrás.


Ponte Preta & Guarani = Chitãozinho e Xororó
Quando apareceram, ganharam muitos fãs pelo Brasil, viraram febre, mas nunca foram unanimidade. Depois de um tempo, e de tantas imitações, se relegaram aos seus poucos fãs do interior.


Fluminense = Titãs
Banda charmosa e simpática e, no Brasil, é querida por muitos. O problema é que ninguém nunca ouviu falar fora de nossas fronteiras.



Flamengo = Jorge Ben Jor
Há muito tempo não produz um grande sucesso. (Apesar que agora Jorge Ben não cai mais tão bem para o Fla)
. (grifo meu)


Vasco = Oasis
Banda de qualidade e importância inquestionáveis. Todo mundo quer gostar dela quando ouve, mas a imagem do ex-líder faz muita gente ainda sentir aversão.



Botafogo = Rolling Stones
Seria o maior da década de 60, se não houvesse um rival mais popular. Teve seu Satisfaction em Garrincha. Há alguns anos retomou o rumo e está feliz da vida.



América-RJ = Erasmo Carlos
Parceiro na panela Jovem (RJ) da década de 60, hoje em dia vive só de nome e de lembranças dos saudosistas e dos poucos fãs malucos que são diretores de TV.



Cruzeiro = Paralamas do Sucesso
Na América do Sul é respeitado e campeão de vendas. Mas quando participa de um festival com bandas européias é café com leite.



Atletico MG = Raul Seixas
Mesmo sem ter alcançado o estrelato tantas vezes, conseguiu se consolidar como um dos artistas mais populares do país. Seus fãs são tão apaixonados que tem fama de malucos.



Coritiba = Banda Blitz & Ewandro Mesquita Um raro sucesso nos anos 80, que os seus fãs ainda cantam nos dias atuais, por falta de outras músicas boas.


Atlético Paranaense = Amy Winehouse
Já foi muito badalada e considerada a estrela mais promissora dos últimos tempos. Mas atualmente é boçal e está para morrer a qualquer momento.



Paraná Clube = Los Hermanos
Seus poucos fãs juram que a banda é muito boa. Mas, fora eles, ninguém mais no mundo sabe que ela existe.


Goiás = Leonardo
Tomou espaço de outros similares, e vez ou outra emplaca um sucesso, mas nunca chegando ao topo como seus inspiradores.



Fonte: Revista Placar

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Dança da Copa!


Volto a falar de música e futebol... Como postei a música oficial da Copa do Mundo de Futebol, agora vem aí a dança da copa! A coreografia pegou!!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Robert Plant, a melhor voz da história do rock!!

Organizada pela rádio britânica Planet Rock, votação revela as melhores vozes da história do mundo do rock. A lista conta com 40 nomes, a maioria destes já consagrados dentro do rock'n'roll, e com a presença de uma única mulher dentre tantos homens; Janis Joplin, que aparece na 21° posição, é o único vocal feminino da lista.
A primeira posição, e o título de melhor voz do mundo do rock, ficou com o frontman do Led Zeppelin, Robert Plant, seguido por Freddie Mercure, vocalista do Queem e Paul Rodgers, front do Free, Bab Company.
A lista foi feita a partir da opinião de Dj's da emissora, músicos, apresentadores, ouvintes, críticos musicais e nomes consagrados da música como Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath e Mick Wall, biográfo do Led Zeppelin.

A lista completa está no site da Planet Rock

Seguem os 10 primeiros:

1. Robert Plant (LED ZEPPELIN)
2. Freddie Mercury (QUEEN)

3. Paul Rodgers (FREE, BAD COMPANY)
4. Ian Gillan (DEEP PURPLE)

5. Roger Daltrey (THE WHO)

6. David Coverdale (WHITESNAKE)

7. Axl Rose (GUNS N' ROSES)

8. Bruce Dickinson (IRON MAIDEN)

9. Mick Jagger (THE ROLLING STONES)

10. Bon Scott (AC/DC)

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Em clima de Copa do Mundo!


Como o futebol e a música caminham juntos, nada mais justo que a competição mais importante do esporte, a Copa do Mundo de Futebol Fifa, ter uma música tema, mesmo que encomendada por patrocinadores do evento. A música
Wavin'Flag, Bandeira Acenando em português, composta pelo cantor K'Naan, mostra o espírito que a competição pretende passar.
Segue a tradução da letra.


Bandeira Acenando

Ooooo, ooooooo
Dê-me liberdade! dá-me o fogo!
Dê-me razão! Leve-me mais alto!
Veja os campeões em campo agora!
Vocês vão ser lutadores! fazem-nos sentir orgulhosos.

Nas ruas, muitas mãos, levantadas celebrando
Uma festa sem descanso, os países
Como irmãos

Cante e junte sua voz, grite alto em vez de você ouvir o sol,
O jogo está prestes a começar, todos juntos vamos ganhar

Unidos seremos grandes, seremos fortes como um povo
Bandeira da Liberdade, que vem e que vai
Quando eu ficar mais velho, eu vou ser forte!
Eles vão me chamar de liberdade, assim como a bandeira acenando!
Agora, balance a sua bandeira

Ooooo, ooooo, ooooo

Dê-nos a vida, dê-nos fogo, que nos levará ao topo,
Campeôes e derrotados, mas unidos para tentar,
Nas ruas as pessoas são exaltadas como perdemos nossa inibições
A celebração é em torno de nós! Cada nação em torno de nós!
Cantando eternamente jovem, cantando canções debaixo do sol!
Vamos alegrar juntos o belo jogo e no final do dia
Nós todos dizemos

Unidos, vamos ser grande, ser forte, somos um povo,
Bandeira da Liberdade, Quando eu ficar mais velho, eu vou ser forte, eles vão me chamar de liberdade, assim como a bandeira acenando! onda agora sua bandeira

E todo mundo vai cantar

Oooo,ooo, ooooo

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Os 100 piores riffs e solos de guitarra da história

Nenhum músico é perfeito. Partindo desse aspecto, a revista Guitar World fez uma seleção com os 100 piores riffs e solos de guitarra da história.
Na lista aparecem nomes de guitarristas e bandas consagradas como Jimi Hendrix, Carlos Santana, Beatles, Iron Maiden, dentre outros.
Embora eu não concorde com alguns dos nomes citados, seguem os 10 primeiros, os 10 piores solos da história, segundo a revista.
A lista completa está no site da Guitar World
1. POISON - "Guitar Solo"
2. BLUE CHERR - "Summertime Blues"
3. CARLOS SANTANA - "The Game of Love"
4. CREAM - "Falstaff Beer 1967 Radio Spot"
5. THE BEATLES - "All You Need is Love"
6. BLACK FLAG - "Thirsty and Miserable"
7. TED NUGENT - "Wango Tango"
8. ROLLING STONES - "Ain't Too Proud to Beg"
9. MANOWAR - "Sting of the Bumblebee"
10. LENNY KRAVITZ - "American Woman"

Foto: Carlos Santana

quarta-feira, 2 de junho de 2010

LP's, o retorno!

Em meio as novas mídias como o mp3, cds e dvds, os discos de vinil voltam a ganhar espaço e têm aumento significativo nas vendas. De acordo com a Associação Fonográfica Portuguesa (AFP), os "bolachões" ganharam espaço no mercado, assim como o download de músicas pela internet, enquanto os CDs vêm perdendo lugar nas prateleiras.
Segundo dados da Associação da Indústria Fonográfica Americana (RIAA), só em 2007 foram comercializados mais de 1 milhão de discos de vinil nos Estados Unidos, chegando a um aumento de 36% nas vendas, e uma arrecadação de aproximadamente $23 milhões de dólares no ano.
Os LP's vistos por muitos como uma mídia em extinção, e objeto de colecionadores, voltam com força para o mercado e mostram que ainda existem pessoas que preferem os "bolachões", mesmo após o surgimento de novas mídias. Apesar de ser inferior na qualidade sonora e ocupar um espaço bem maior que um mp3, por exemplo, os discos de vinil carregam todo o charme de uma época de grandes nomes da música mundial.
E aproveitando esse fato, algumas bandas estão recorrendo a gravações em todos os formatos para assim tentar conquistar público e ter algo diferente para oferecer a seus fãs. Sea of Cowards, o segundo álbum do Dead Weather, projeto paralelo de Jack White, do White Stripes, foi lançado em CD e em LP, e ao que parece, a versão LP agradou bastante os fãs.